campanha-970
campanha-BALADA-970x250
campanha-pai-970x250
campanha-crianca-970x250
campanha-distanciamento-970x250
Minas Gerais

Vistoria aponta que obra de nova unidade prisional de Ubá está 70% concluída

Em agenda na Zona da Mata, secretário de Justiça e Segurança Pública também visitou e analisou situação do Ceresp de Juiz de Fora

14/04/2021 14h11
Por: Redação
Fonte: Secom Minas Gerais
14
Bernardo Carneiro / Sejusp
Bernardo Carneiro / Sejusp

O secretário de  Estado de Justiça e Segurança Pública, Rogério Greco, cumpriu agenda nessa terça-feira (13/4) na região da Zona da Mata. Ele visitou a nova unidade prisional de Ubá, que já está com mais de 70% das obras concluídas, e seguiu para Juiz de Fora, para avaliar a situação do Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp), que está temporariamente interditado.

A conclusão da nova unidade de Ubá vai ampliar em 11% o total de vagas da região. A capacidade será de 388 presos. Toda estrutura de alvenaria está pronta e a obra está na fase de acabamento, faltando detalhes como pintura, piso, guaritas, muralha, instalações elétricas e hidráulicas. 

O valor total do investimento é de R$ 23,9 milhões, provenientes do Tesouro Estadual. A previsão de finalização da unidade, localizada na zona rural do município, é para dezembro deste ano.

Ceresp

Em Juiz de Fora, o secretário participou de nova vistoria no Ceresp, em busca de soluções para a recuperação do local, acompanhado do supervisor do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Prisional (GMF) do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, desembargador Júlio Gutierrez.

Ficou acertado que o tribunal será parceiro na execução de um estudo de solo do local, que poderá determinar as causas das fissuras em algumas paredes. A necessidade da pesquisa foi constatada pela Sejusp em vistoria na unidade, na última semana. Enquanto isso, a secretaria mantém a desocupação integral e provisória da unidade, para segurança de servidores e detentos.

Presos do Centro de Remanejamento foram transferidos para outras unidades prisionais da região nos dias 31/3 e 1/4. A mudança foi decidida tendo por base documento da Defesa Civil que apontou diversas avarias na estrutura da unidade prisional, advindas de um abatimento de terra.

O juiz Evaldo Gavazza, coordenador do GMF, também participou da visita. Pela Sejusp, estavam, ainda, o diretor-geral do Departamento Penitenciário de Minas Gerais (Depen-MG), Rodrigo Machado, o superintendente de Infraestrutura e Logística, Tiago Maduro de Azevedo, e o diretor de Infraestrutura, Laudemir de Jesus Martins.